Follow me:

Montevidéu

Alguns lugares parecem parados no tempo. Não como uma observação pejorativa, mas um charme perdido em um passado que é respirado em doses pequenas no presente. Assim poderíamos definir a capital uruguaia. Cheia de história, museus, casarões, velhos estádios de futebol, carros clássicos, tambores de candombe. Restaurantes aonde a memória do garçom vale mais do que um moderno tablet.

Em pequenos espaços, alguns cantos, surgem movimentos contemporâneos, colocando design, arte, arquitetura como pontos coloridos em um uma tela acinzentada. A marca de Montevidéu é curtir o tempo numa dimensão aonde o relógio opera relativamente mais lento que o usual. Cada segundo é saboreado de forma vagarosa na metrópole com jeito de cidade do interior, aonde cada rua guarda uma atmosfera de túnel do tempo.

Previous Post Next Post

You may also like

No Comments

Leave a Reply