Follow me:

O que o Cebiche tem a ver com seu Negócio?

O Cebiche, referência na gastronomia peruana, foi consagrado como Patrimônio Cultural do país, um orgulho nacional, inclusive com uma data comemorativa (28 de julho). Suas origens remontam ao período de 2.000 a.C. entre o povo Mochica do norte do Peru, quando o peixe era marinado em suco de tumbo. Os Incas também tinha sua versão usando uma bebida fermentada à base de milho. A pimenta aji foi acrescentada à receita ainda em período pré-colombiano. Com a chegada dos espanhóis, o limão foi trazido para a América do Sul e passou a ser obrigatório no preparo de um autêntico cebiche. Presente em toda América Andina, o cebiche e a comida peruana estão rapidamente espalhando-se pelo mundo: Califórnia, Nova York, México, Panamá, Brasil, Uruguay. Há claramente uma onda, uma tendência forte para o crescimento da gastronomia do Peru e sua aceitação por diversos públicos. Exotismo, história, cultura, saúde e tematização são alguns elementos presentes que alavancam essa tendência e impulsionam a comida peruana.

Você já deve ter ouvido diversas vezes a metáfora que é necessário ajustar corretamente as velas do barco para que ele aproveite as melhores correntes de vento do momento. Assim seu negócio, para aproveitar melhor as oportunidades, precisa estar atento às tendências mercadológicas. Nesse momento algumas observações são importantes. Inicialmente as tendências podem parecer pasteurizadas e caminhos de mão única. Falar de conectividade, sustentabilidade, tecnologia, valorização do design, entretenimento, entre tantas, serve para designar tendências observáveis em grande parte do mercado e com capacidade de influenciar parcela significativa dos consumidores. No entanto, como observou Mark J. Penn, CEO  da Burson-Marsteller, é possível fatiar as tendências em micro-tendências e para cada uma, podemos identificar contra-tendências. Há pessoas mais interessadas em ciência e tecnologia, por outro lado, há um número grande de pessoas recorrendo às religiões.

Pense no bem executado reposicionamento da Havaianas pela São Paulo Alpargatas. Se a tendência a um comportamento mais casual, aonde o chinelo fosse socialmente aceitável, não acontecesse, os resultados seriam muito diferentes. Da mesma forma, se a estratégia da Puma em aproximar esporte e moda não estivesse conjugada com a inserção do tênis no centro de um movimento cultural, as chances de sucesso seriam pequenas. Segundo Sass Brown, professora do Fashion Institute of Technology, hoje o “negócio das tendências” se deslocou da previsão de possíveis produtos em alta para tratar de “espíritos de época”. Os esportes e artigos outdoor, como o surfe por exemplo, ganharam forte impulso por vivermos um momento escapista e de necessidade de relaxamento visual por parte da sociedade.

Alguns anos atrás assistimos a explosão da gastronomia japonesa pelo mundo. Hoje Tóquio tem mais restaurantes premiados do que Paris. O Cebiche é uma micro-tendência com possibilidades de consolidar como tendência. Mesmo restrito a um pequeno percentual do mercado, como este é muito grande, ainda assim temos uma significativa parcela de massa crítica de consumidores para constituir um nicho interessante e lucrativo.

Agora veja as tendências que estão surgindo e influenciando o seu negócio. Como você pode aproveitá-las em seu favor, alavancando e vinculando atributos valorizados pelo seu público? Como pode cativar novos clientes através de elementos que tenham força para seduzi-los, conforme o “espírito da época” que eles vivem? Suas oportunidades começarão a serem abertas, pois mesmo pequenas tendências são grandes forças. Algumas fortes como um bom cebiche. Bons negócios!

Previous Post Next Post

You may also like

No Comments

Leave a Reply