Follow me:

OS LIVROS DE AEROPORTO CONTINUAM EM VOO DE CRUZEIRO

A visão moderna de gestão baseou-se muito em informação. Sem dados você é apenas mais um sujeito com opinião. Assim, negócios e marcas passaram a ser pautados por indicadores. Tudo monitorado para o sucesso, através de painéis de controle. Empresas, pessoas, marcas, países, religiões, esportes são separados entre bem-sucedidos e fracassados.

Através do sucesso de marcas, muitos autores tentam encontrar os padrões que originaram aquele resultado. Como contar uma história a partir de seu final, buscam-se as peças para encaixar no quebra-cabeças. O problema é que muitas vezes predomina o “raciocínio do advogado”. Reúno e considero apenas as evidências que comprovam a tese que quero defender. O resto jogo fora. Uma das recentes ideias sobre o que faz um negócio ter sucesso aponta no sentido de resgatar a visão dos fundadores, exemplificando com as histórias de Dell, Apple e HP. Ciência muito discutível, mas que ajuda a manter o mercado editorial aquecido, inclusive naquelas livrarias de aeroporto.

Para entender um pouco mais sobre essa nova tese veja:

https://hbr.org/2016/07/how-dell-hp-and-apple-rediscovered-their-founders-vision

 

Previous Post Next Post

You may also like

No Comments

Leave a Reply