Follow me:

Marcas também são construídas por embalagens

Se entrássemos em uma máquina do tempo e escolhêssemos o final do séc. XIX, chegaríamos a um lugar onde as compras se davam em mercearias familiares. Os produtos vendidos a granel, sem marcas expostas. A confiança de compra era baseada no relacionamento com o varejista. Ou seja, o que ele indicasse ou dissesse tinha muito valor, afinal era a única pessoa com quem podíamos contar para decidir o que levar e o que deixar ali mesmo.

 

O surgimento do branding contemporâneo tem a relação direta com o desenvolvimento da embalagem

 

O avanço da impressão e da tecnologia para embalagem, permitiu que aqueles produtos pudessem ser acondicionados em caixas de metal ou papel. Sobre estas, os produtores podiam estampar o seu nome (a suas marcas), bem como características e funcionalidades presentes. Aproveitavam o espaço para divulgar seus diferenciais. Marcas centenárias construíam seu valor no início do século XX, como Procter & Gamble, Coca-Cola, Johnson & Johnson, Colgate.

O poder havia mudado de mãos. A relação direta de indicação e confiança entre varejista e consumidor agora tinha um novo integrante. O produtor e detentor da marca podia falar diretamente com o cliente. O surgimento do branding contemporâneo tem a relação direta com o desenvolvimento da embalagem. E na sequência com os materiais no ponto de venda, a comunicação, as vendas diretas por catálogos.

 

Se você não conseguir diferenciar seu produto porque ele é semelhante ao concorrente, então diferencie sua embalagem

 

A embalagem ajudou a moldar o conceito moderno de marca, assim como auxiliou o processo de posicionamento e diferenciação. Há uma citação já clássica que diz que se você não conseguir diferenciar seu produto porque ele é semelhante ao concorrente, então diferencie sua embalagem. A indústria de perfumes e de bebidas entende essa máxima com maestria. Ambas desenvolveram o estado da arte em matéria de embalagens vendendo fragrâncias, vodcas e whiskies com alto nível de requinte. Então, da próxima vez que tiver que tomar uma decisão a respeito da embalagem de seu produto, não esqueça que ela vai ter um papel importante para comunicar sua identidade de marca.

Artigo publicado originalmente no blog Packed Design.

Previous Post Next Post

You may also like

No Comments

Leave a Reply