Follow me:

O posicionamento anti fast fashion

A moda inclinou-se fortemente para o fast fashion. A renovação constante, o produto que fica poucos dias na loja, a tendência que sai da passarela para a vitrine rapidamente. Aumentar o fluxo de pessoas no varejo, gerar mais conversões pela única oportunidade e tornar os produtos quase que descartáveis (preço acessível, qualidade diminuída).

Agora começam a surgir respostas interessantes como contraponto. O exemplo é a marca californiana Cuyana que aposta no lema Fewer Better Things. Em resumo, pare de comprar tanto por tão pouco. Compre poucos e bons itens, feitos pelos maiores especialistas em cada área no mundo. A loja disponibiliza itens mais atemporais, com valores mais altos e com origens de alto prestígio.

Descubra mais dessa história em:

https://www.fastcompany.com/3061008/cuyana-the-clothing-brand-that-plans-to-scale-by-asking-women-to-buy-fewer-things

 

 

Previous Post Next Post

You may also like

No Comments

Leave a Reply