Follow me:

Identidade conceitual de marca from Felipe Schmitt-Fleischer on Vimeo.

As pessoas reconhecem a personalidade de sua marca?

Diante da sobrecarga de informações e mensagens de marcas, nossa mente nos protege para não sermos esmagados pelo excesso de estímulos. Para uma marca despertar a atenção neste cenário adverso, ela precisa de “atratores estranhos”. Uma mensagem alinhada com um modelo dominante presente na consciência.  Assim, marcas precisam ter arquétipo e identidade fortes se quiserem gerar envolvimento com as pessoas, atraindo clientes para o negócio. Gestores de marca precisam definir no branding quais são as associações desejadas, sobretudo aquelas mais aderentes ao que a empresa acredita e pratica. Isso não afeta apenas a forma como a marca se apresenta para o público externo na comunicação, mas inclusive ajuda a escolher a equipe de funcionários mais alinhada para levar adiante seu negócio. Aproveite!

Previous Post Next Post

You may also like

1 Comment

  • Reply Felipe Schmitt-Fleischer - Nunca vá atrás da segunda coisa em primeiro lugar - Felipe Schmitt-Fleischer

    […] importa se a redução do ruído é melhor ou se os interruptores da janela estão bem localizados? Esse é o poder das escolhas. Não apenas nas características do produto, mas nos atributos da marca. Neste caso, fica muito […]

    março 13, 2019 at 8:23 am
  • Leave a Reply