Follow me:

Uma experiência muda até o sabor da pipoca

Você pode imaginar que todas os produtos são aquilo que são de fato. Em exemplo, o sabor de uma água mineral é o mesmo independente do copo que você use para bebê-la. Errado. Uma recente pesquisa publicada pelo Personality and Social Psychology Bulletin mostrou que o design da experiência proporcionada muda as percepções das pessoas sobre o que elas estão consumindo. Inclusive pipocas. No teste, os participantes eram divididos em 2 grupos. Um comeu pipocas da maneira tradicional, com as próprias mãos. O outro com pauzinhos típicos da gastronomia japonesa. O segundo grupo relatou um prazer maior em comer, além de ter pontuado o sabor da pipoca de forma superior ao primeiro grupo. Detalhe: a pipoca era a mesma para ambos.

 

Construção de experiências deve ser um dos objetivos do Branding

 

A forma como sua marca proporciona a experiência ao seu público faz toda diferença na forma como ele percebe o que você está comercializando. Claro que você não pode se descuidar dos benefícios funcionais e intrísecos de seu produto ou serviço. Experiências não vão salvar algo que não funciona, não resolve ou frustra a vida do consumidor. Mas quando tudo parece cada vez mais homogêneo e muito similar a outras opções, a diferenciação de marca pode ser construída pela forma como as pessoas interagem com sua marca. Assim você eleva os benefícios para o nível emocional e cria novos elos de relacionamento e valor. Nessa hora o que era supostamente igual fica diferente. Confira um pouco mais da história desse experimento em:

https://www.fastcompany.com/90177381/want-to-understand-experience-design-eat-popcorn-with-chopsticks

 

Previous Post Next Post

You may also like

No Comments

Leave a Reply